CAP 1 - Mulheres

Que coisa incrível o frio na barriga quando vejo ELA, onde quer que seja.
Depois de sofrer por uns 20 anos quem sabe mais, a tortura que proporcionava
 somente pensar nele (ME REFERINDO A ELE O FRIO NA BARRIGA) imaginando a situação
 encontro, sendo que é um dos melhores sinais que temos para saber que é o momento,
 a pessoa certa e se tiver que realmente ser... SERÁ!
 
Versículo 1.0 - Mulheres, biologicamente iguais, sentimentalmente únicas!
 
Mulher é tudo igual. CALMA NÃO COLOQUE FOGO NO LIVRO VOCÊ SO LEU A PRIMEIRA LINHA
 ESPERE EU CONCLUIR O raciocino!!!
Como disse, mulher é tudo igual... quando escolhem a porta do banheiro. Todas  
vão para a mesma porta, Banheiro Feminino.
Sei que todos vocês vão pensar que forma mais infantil de começar um relato.
Mas é justamente por onde vamos começar nossa viajem ao passado, na infantilidade
de todos os meninos, que pelo menos uma vez na vida sonhou em passar o dia todo  
escondido num lugar dentro do banheiro feminino, vendo tudo sem ser visto.
Desde pequeno, inconscientemente, já desconfiava que não podiam ser todas iguais.
Se estivesse convencido da igualdade feminina, não teria motivo de querer ver o que
escondia aquela porta de banheiro feminino.
Ja que estou a vender o peixe, devo dizer que no verão, chegava a fazer nas  
folhas que sobravam dos cadernos do colégio, esquemas estratégicos de entrada,  
esconderijo e saída do banheiro feminino do clube.
Imaginem vocês um toquinho de gente, gordinho, com cabelo estilo capacete,  
bermudão colorido que chegava ate o final do joelho e uma lista branca do protetor
solar abaixo de cada olho, invadindo como 007 o banheiro feminino...
Tinha perfeitamente ensaiada a resposta no caso de algo dar errado e ter que responder
pra algum adulto a O Que você esta fazendo no banheiro feminino? varias opções:
 
1-To procurando minha mãe.
2-Brincando de esconde esconde, ver se alguma das meninas não tinha se escondido
aqui.
3-Eu desconfiei mas vinha com os olhos ardendo do cloro da piscina e não vi onde entrei.
4-No entiendo lo que dice el cartel. No hablo portugues.
Nunca precisei dar nenhuma delas, ja que nunca fui pego. Mas ao mesmo tempo jamais
consegui o titulo de agente infiltrado pois nunca me animei a passar aquela porta  
e procurar um esconderijo.
Será então um trauma da infância o que me fez anos depois simular no meu quarto  
aquilo que eu imaginava iria ver dentro do banheiro feminino...
a roupa de uma mulher caindo ate o chão revelando em cada uma delas uma escultura
perfeita, totalmente diferente uma da outra e a extraordinária beleza do ser
mulher?
Se essa for a definição para trauma, perdão mas permitam que eu fique traumatizado 
para todo o sempre.
Ja que falamos, obviamente da maravilha mulher, somado a que este não é um livro
de ficção ou historinha pra boi dormir, é um relato de uma vida la fora, sem um botão
de recomeçar esta fase, falamos com o peito aberto por isso sem hipocrisia nem censura,
vamos dar inicio a este relato com uma situação do setor desejo carnal, motivação 
única: o sexo.

© 2020 by JP Designs.

  • w-facebook
  • Twitter Clean